Tudo sobre salas de jantar

Se você descobrir que a mesa da sua sala de jantar se tornou um lugar que coleta poeira e correspondência, talvez seja hora de repensar o espaço.

Antigamente, a sala de jantar formal era o local principal para compartilhar as refeições – atualmente nem tanto. É um lamento comum entre os proprietários de casas que este cômodo não seja tão usado como deveria. Se você descobrir que a mesa da sua sala de jantar se tornou um lugar que coleta poeira e correspondência, talvez seja hora de repensar o espaço.

Considere por que sua sala de jantar existente não está funcionando: Fluxo insatisfatório e um tom excessivamente formal são reclamações frequentes. Talvez a sua sala de jantar atual funcione como uma passagem estranha e pareça menos um destino do que deveria. Se você usa a sala de jantar apenas em ocasiões especiais, pode ser hora de dar a ela um propósito secundário. Incorporar estantes de livros ou uma área de trabalho organizada são maneiras de obter mais funções do ambiente.

Procurando maior conectividade e um layout mais casual? Então, um plano aberto que combine a área de jantar com a cozinha ou sala de estar pode ser a resposta. E não subestime o poder de uma nova camada de tinta e um novo lustre – ambos projetos fáceis de fim de semana que podem transformar um espaço. Para reunir ideias, veja imagens de salas de jantar online e em revistas de design doméstico. Observe o que você gosta nos espaços e use isso como um guia para determinar sua paleta, materiais e estilo de decoração.

Preocupações orçamentárias e financiamento

Depois de reunir a inspiração para seu projeto, defina seu orçamento. Chegar a esse número depende do escopo do seu projeto e de quem está fazendo o trabalho. Há uma variedade de maneiras de financiar sua reforma, incluindo um empréstimo para compra de uma casa ou linha de crédito, bem como a Federal Housing Authority (FHA) e empréstimos pessoais.

Contratando um profissional

A maioria dos projetos de sala de jantar é amigável, a menos que você esteja fazendo uma grande reforma e removendo paredes. Nesse caso, consulte um profissional qualificado para verificar se não é uma parede resistente e se não há encanamentos, dutos ou fiação elétrica no caminho. Se você estiver instalando arandelas em um novo local, contrate um eletricista e, para qualquer marcenaria elaborada, você provavelmente vai querer contratar um carpinteiro, dependendo do seu nível de habilidade. Um designer de interiores pode ajudar a planejar um layout funcional e selecionar uma paleta, móveis e acabamentos.

Noções básicas da sala de jantar

Existem algumas diretrizes a serem observadas, quer você esteja fazendo uma remodelação completa ou uma atualização cosmética.

Aqui estão os principais componentes da sala de jantar a serem considerados:

Pisos

Você vai querer um piso de sala de jantar que seja fácil de manter limpo, já que provavelmente estará lidando com migalhas e respingos. A sua escolha de pavimento também terá de trabalhar com as divisões circundantes. Pisos de madeira são ideais para uma transição perfeita de uma sala para outra. A madeira ainda é a escolha mais popular para o piso de uma sala de jantar, embora mover as cadeiras para dentro e para fora da mesa com frequência pode custar caro.

O piso de madeira maciça inclui variedades pré-acabadas e não acabadas. As tábuas pré-acabadas vêm manchadas e prontas para instalar, enquanto as não acabadas são lixadas, manchadas e seladas no local. Madeira projetada é uma alternativa de baixo custo para madeira dura, que é mais fácil de instalar. Por não ser sólido (tem um verniz), você não conseguirá lixar e repintar tanto quanto a madeira dura. Você também pode obter uma aparência de madeira com pranchas de vinil de luxo ou laminado.

Se você estiver usando um tapete de área, certifique-se de que seja grande o suficiente. Ela deve se estender 36 polegadas além da mesa de jantar, quando as cadeiras estiverem na posição empurrada para dentro.

Mobília

A maioria das salas de jantar requer uma mesa e cadeiras e uma área de serviço / armazenamento, geralmente acomodada em um aparador, balcão ou armário de porcelana. Para encontrar a mesa certa, considere a forma da sala. Pode parecer óbvio, mas uma mesa quadrada ou redonda ficará melhor em uma sala quadrada e uma mesa retangular, como oval ou retangular, funcionará em uma sala retangular. Você precisará de pelo menos 36 polegadas em todos os lados da mesa para facilitar a passagem. Além disso, observe a base – um cavalete ou pedestal pode acomodar mais convidados do que um modelo de quatro pernas, embora as pernas ofereçam estabilidade adicional.

Iluminação

Para iluminar a sala de jantar, você precisará de uma combinação de iluminação geral, que geralmente vem de uma única luminária de teto, e iluminação de destaque decorativa, como arandelas de parede. Para encontrar o tamanho certo para um acessório suspenso, pegue as dimensões da sala e adicione-as. Esse número em polegadas é o diâmetro correto para uma luz de teto. Sua luz também deve ser proporcional à sua mesa de jantar – certifique-se de que a mesa seja pelo menos trinta centímetros mais larga do que a luz em todos os lados. Preste atenção também à altura: deve haver 30 polegadas entre a parte inferior de um lustre ou pingente e o tampo da mesa. Considere colocar luzes no teto em dimmers, para que você possa controlar a iluminação enquanto se diverte.

Se você estiver adicionando um medalhão de teto, divida a metragem quadrada da sala por 7 para encontrar o diâmetro ideal em polegadas. E se você estiver pensando em instalar arandelas de parede, coloque-as de 5 a 6 pés acima do chão. Um arandela que está pendurado muito alto ou muito baixo não só parecerá estranho, mas pode não emitir o tipo certo de luz ambiente e pode lançar sombras desfavoráveis.

Moldagem e Marcenaria

  • Rodapé: Usado para a transição onde as paredes se encontram com o piso, rodapés geralmente medem entre sete e cinco polegadas e são acentuados com moldagem de sapato.
  • Corrimão da cadeira : Historicamente, o corrimão da cadeira foi instalado para proteger as paredes de serem danificadas por móveis. Hoje em dia é mais decorativo. Pode ser usado sozinho como um destaque ou para delinear dois tratamentos de parede diferentes, como tinta e papel de parede.
  • Coroa: Também conhecida como moldura de cornija, essa moldura literalmente “coroa” seu ambiente, facilitando a transição entre as paredes e o teto. A maioria das molduras históricas costumava ser feita de gesso, mas hoje muitas são de madeira ou compósitos. A moldagem em coroa pode variar de estilos simples de três polegadas a modelos de 20 polegadas de altura com silhuetas elaboradas.
  • Cove: Como a moldura de coroa, este acabamento em forma côncava é usado onde as paredes e o teto se encontram.
  • Wainscot: Qualquer painel de madeira que normalmente cobre a metade inferior de uma parede é conhecido como lambris. Existem muitos tipos, incluindo painel elevado, beadboard, flat panel e board-and-rip. Painéis elevados têm bordas chanfradas grossas e são mais comuns em salas de jantar formais, especialmente em casas de estilo colonial.
    Beadboard apresenta tiras finas de madeira e é freqüentemente usado em banheiros e cozinhas. Os painéis planos em estilo shaker apresentam perfis de madeira e trilhos colocados sobre uma folha plana de madeira maciça, compensado ou fibra, e podem funcionar com estilos de casa de fazenda e contemporâneos. Os painéis de tábuas e sarrafos têm pranchas largas colocadas verticalmente com tiras estreitas cobrindo as costuras. Eles geralmente ficam mais altos na parede e são uma visão comum nas salas de jantar das casas de artes e ofícios.

Pintura

Ao escolher uma cor para a sala de jantar, considere os espaços circundantes. A cor é transportada de uma sala para outra, de modo que os tons harmoniosos criam um fluxo agradável. Ou você pode aproveitar a oportunidade para criar algum drama com uma escolha de cores ousada.

Leve em consideração a quantidade de luz que uma sala recebe ao escolher um acabamento de pintura. Um acabamento plano funciona bem em salas de baixo tráfego; esconde imperfeições e difunde a luz. Mate é semelhante ao plano, com apenas um toque de brilho.

A casca de ovo tem um brilho sutil e é bastante fácil de limpar. O cetim é mais brilhante do que a casca do ovo e também pode ser limpo sem esforço. A tinta brilhante cria uma superfície lisa e brilhante que é mais fácil de esfregar, e é por isso que é freqüentemente usada em guarnições, carpintarias e portas. Vale ressaltar que quanto mais brilhante a tinta, mais realça detalhes, inclusive imperfeições. Brilhos planos ou foscos tendem a funcionar melhor para tetos, especialmente se o gesso não for perfeito.

Tratamentos de janela

Cortinas decoram uma sala de jantar e fornecem sombra e privacidade. Para criar a ilusão de tetos mais altos, pendure-os vários centímetros acima do caixilho da janela. A maioria dos painéis de cortina padrão mede 84, 96 ou 108 polegadas, permitindo que você os pendure bem acima do revestimento antes que o comprimento fique muito curto.

Tábuas de cornija são outra maneira de dar um tom formal à sala de jantar – elas também são um projeto DIY relativamente fácil. Quando estofados, eles conferem um visual de design sofisticado a qualquer janela. Combine-os com cortinas romanas para uma atualização moderna deste tratamento de janela tradicional.

Melhorias na casa a considerar

A menos que você esteja planejando remover paredes para criar um espaço de conceito aberto, a maioria das melhorias na sala de jantar se enquadra na categoria de cosméticos. Atualizar as luzes com um novo lustre e arandelas pode melhorar o ambiente.

Adicionar lambris nas paredes ou cofres no teto dará ao seu espaço o charme de uma casa antiga, e novos pisos de madeira oferecem um sólido retorno do investimento. Estantes de livros embutidos, assentos de janela e armários de armazenamento personalizados são acessórios permanentes que normalmente custam mais do que peças de móveis independentes, mas agregam valor e personalidade à sua casa. O papel de parede cênico, historicamente uma característica em salas de jantar, é um ponto focal dramático, embora a maneira mais rápida e menos cara de melhorar a aparência das paredes de sua sala de jantar seja com uma nova camada de tinta.

Reparos e projetos DIY

Quer use sua sala de jantar todos os dias ou apenas em ocasiões especiais, você ainda precisará mantê-la. Projetos comuns incluem consertar pisos de madeira arranhados, consertar uma mesa instável e silenciar um radiador barulhento.

Existem muitas oportunidades para atualizações DIY. Experimente uma nova luminária para mudar toda a vibração de uma sala; troque um lustre de meados do século por uma atualização moderna ou um pingente em estilo de casa de fazenda por um visual rústico. Para dar nova vida a um antigo cenário de sala de jantar, estofe as cadeiras novamente ou dê novo acabamento à mesa.

Adicione um pouco de caráter arquitetônico às paredes instalando uma grade de cadeira simples ou um tratamento mais elaborado, como painéis de tábua e ripa cobertos por uma saliência para exibir cerâmica ou arte.

Ferramentas e equipamentos recomendados

Você precisará de algumas ferramentas básicas para a maioria dos projetos de sala de jantar. Entre eles estão um nível padrão, fita métrica, martelo, chave de fenda e furadeira sem fio com chave e brocas, com alguns complementos para projetos maiores.

Por exemplo, uma serra de esquadria facilita muito os cortes de canto necessários para instalar o lambril de painel elevado. Para ter certeza de que possui todo o equipamento necessário, consulte as ferramentas recomendadas para projetos específicos.

Post criado 30

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo